Pesquisar

         twitter logo  You Tube   

Enquete

Acesso o site...
 



Nosso boletim

Visitantes

Nós temos 187 visitantes online

Cadastro de Professores

                  
AddThis Social Bookmark Button
Ecologia, a ciência das interações

Neste encontro do “Adote um Cientista”, os alunos aprenderam sobre as interações ecológicas e a importância de cada organismo para o funcionamento do ecossistema. Durante a conversa, André Perticarrari, doutor em biologia comparada pela USP, falou da organização dos organismos desde os átomos até complexos organismos, como o ser humano. Os jovens também aprenderam sobre o funcionamento da cadeia alimentar e a estrutura ecológica entre os produtores, consumidores e decompositores.

 

André: “Quando eu falo ecologia o que vem à cabeça de vocês?”.

Alunos: “Natureza, verde, florestas, planta, ecossistema”.

 
Ecologia é a ciência das interações, os seres humanos realizam interações com o ambiente o tempo todo, uma vez que dependem do oxigênio presente no ar para sobreviver. Em um ecossistema encontramos diversas espécies de plantas, animais e micro-organismos, esses seres vivos sofrem influencia do meio ambiente em que vivem. 
 
Organização 
 
A matéria é formada por átomos e também por moléculas. Muitas vezes os átomos não estão isolados, mas sim combinados em moléculas. A água, por exemplo, é formada por oxigênio e hidrogênio, que juntos formam a molécula da água.
 
Os seres vivos são constituídos por diversos tipos de moléculas, que se organizam e formam as células. Várias células organizadas formam os tecidos, que são um conjunto semelhante de células que exercem uma função específica (células epiteliais formam a pele).
Vários tecidos formam um órgão e vários órgãos juntos e organizados formam um sistema. Os ossos, por exemplo, formam o sistema esquelético, mas existem outros, como o sistema circulatório e muscular. Os seres humanos não possuem um único sistema, é a união de vários sistemas que formam o organismo. A vida tem uma organização ecológica, essa a organização vai além do organismo.
Uma espécie é formada por vários organismos semelhantes. Organismos que pertencem a uma única espécie e vivem em uma determinada região formam uma população. 
 
André: “Em um ecossistema vamos encontrar só uma população?”.
Alunos: “Não”.
André: “Há várias populações de aves, populações de ipê, populações de paineiras, populações de capim, ou seja, temos várias populações vivendo em uma região”. 
 
Um conjunto de populações forma a comunidade e o conjunto de ecossistemas forma a biosfera, que é a camada do planeta Terra que contém vida. 
Um ecossistema é formado por fatores bióticos, que são os seres vivos, e também por fatores abióticos, que são os fatores que não tem vida, como o ar, a água, a umidade, o vento, entre outos. Esses fatores interagem e se interrelacionam.
 
Habitat
 
O local em que o organismo vive é chamado de habitat. Uma espécie de peixe da Amazônia, por exemplo, tem como habitat as águas do rio amazonas.
Todas as funções que um organismo desempenha no ecossistema são chamadas de nicho ecológico. Cada organismo tem seu nicho ecológico, mas acontece também de dois organismos distintos terem nichos semelhantes, neste caso os dois irão concorrer no mesmo ambiente, é a chamada relação de competição.
 
Os componentes de um ecossistema
 
Cadeia alimentar 

A planta produz seu alimento através da fotossíntese e, portanto exerce a função de produtor no ecossistema.
 
O gafanhoto se alimenta da planta e é conhecido como consumidor primário, assim como o sapo, que é consumidor secundário porque se alimenta do gafanhoto. Já a cobra, que se alimenta do sapo, é o consumidor terciário.
 
André: “Nós temos os produtores e os consumidores, mas eles têm um ciclo. Em um momento esses seres vivos vão morrer. O que acontece com eles?”.
 
Alunos: “Vão entrar em decomposição”.
 
André: “Isso mesmo. Na decomposição os organismos passam por um processo no qual as moléculas complexas que formam seu organismo serão ‘desmontadas’ (degradadas) até os elementos químicos mais simples. Nesse processo esses minerais são devolvidos ao ambiente”. 
 
O processo de degradação é realizado pelos decompositores como os fungos e bactérias, que são microcompositores. Entretanto, existem outros organismos decompositores, como a minhoca, que é um consumidor, mas que também pode se alimentar de matéria orgânica do solo, processá-la em seu sistema digestório e devolvê-la ao ambiente de forma mais simples em suas fezes.
 
A vida e o ambiente têm uma organização, que é estudada pela ecologia. Para entender a interação entre os seres vivos e o ambiente é preciso compreender os vários componentes e elementos de organização do ecossistema. 
 
Este texto tem como objetivo reportar a interação entre alunos e pesquisador e os conceitos tratados durante os encontros do programa “Adote um Cientista”. 
Encontro realizado em: 08/03/2010.
 

 

AddThis Social Bookmark Button
 

Envios recentes

Casa da Ciência

Publicações

 

Jornal das Ciências 
Folhetins 

 

 

 


Casa da Ciência 2011 - Hemocentro de Ribeirão Preto FMRP-USP