Pesquisar

         twitter logo  You Tube   

Enquete

Acesso o site...
 



Nosso boletim

Visitantes

Nós temos 69 visitantes online

Cadastro de Professores

                  
AddThis Social Bookmark Button
Botando a mão na (neuro) massa
Textos

Na aula de introdução à neurociência do projeto “Adote um Cientista” de 2008 os alunos colocaram, literalmente, a mão na massa. Depois que surgiram algumas dúvidas sobre comunicação sináptica entre os neurônios, os alunos modelaram massinhas coloridas formando seu próprio modelo de comunicação sináptica.
 
A partir desse modelo, produziram uma animação por meio da técnica stop motion. O vídeo exibe as estruturas básicas do neurônio e o processo de comunicação entre eles. O filme foi feito através de fotografias tiradas a cada movimento da comunicação sináptica. As imagens foram aceleradas e deram origem ao filme.
 
A idéia da animação surgiu depois que os alunos encontraram erros conceituais em um vídeo produzido por uma escola americana e exibido no youtube. Instigados por seu orientador, os alunos decidiram fazer um modelo próprio, que também apresenta suas limitações, como todo modelo. ”Eu expliquei a eles que todo modelo é uma representação simplificada da realidade, assim ele se torna mais compreensível, mas ainda está sujeito a falhas. Então tivemos a ideia de fazer um vídeo”, conta Cleiton Aguiar, pós-graduando e orientador do grupo. 
 
Alunos durante apresentação do Mural em julho de 2008No final das atividades, esse grupo participou do “Mural” realizado pela Casa da Ciência, evento em que os grupos trocam experiências sobre o que aprenderam. Durante o “Mural” ocorreu um episódio interessante, quando outros alunos passavam para conhecer sobre os estudos de neurociência realizados pelo grupo, o aluno Artur Zanin, que na época tinha 11 anos, fez questão de frisar que o modelo apresentado por eles também era limitado, assim como todo modelo, pois um dos problemas era representar os íons no ambiente extracelular do neurônio e como estes penetravam nele através dos receptores. Como os alunos sabiam que os neurônios recebem uma grande quantidade de íons, sentiram dificuldade para representar na massa de modelar essa situação, então foi necessário rediscutir e começar a criticar o modelo criado por eles. Foi importante assumir que este modelo também tinha falhas, pois era apenas uma representação.
 
Stop motion - é uma técnica de animação  quadro a quadro feito com máquina de filmar, fotográfica ou por computador. Na técnica são utilizados desenhos em papel ou no computador, ou ainda modelos reais em diversos materiais, como a massa de modelar. Os modelos são movimentados e fotografados quadro a quadro. Estes quadros são posteriormente montados, criando a impressão de movimento. Nesta fase podem ser acrescentados efeitos sonoros como fala ou música.
 
O confira o vídeo com o modelo produzido pelos alunos:
 
 
  
 
 
AddThis Social Bookmark Button
 

Envios recentes

Casa da Ciência

Publicações

 

Jornal das Ciências 
Folhetins 

 

 

 


Casa da Ciência 2011 - Hemocentro de Ribeirão Preto FMRP-USP